us.
FIQUE COMIGO, COMO SE VOCÊ NÃO TIVESSE OUTRA ESCOLHA.
Eu quero que dê certo, não estraga, por favor. Não estraga, não estraga, não estraga.”
Tati Bernardi 
Me sinto boa pra você, e não leve isso no sentido de eu estar me achando, porque não é. Eu sei que eu tenho meus defeitos, tenho celulites e aquelas benditas gorduras localizadas, nem sempre os meus cabelos estão arrumados, na verdade, nunca estão. Eu não uso roupas “chiques”, não tenho o estereotipo da sociedade. Meus olhos são castanhos, não azuis. Não gosto tanto assim de saltos, amo meus tênis e minhas rasteirinhas. Amo aquelas minhas blusas maior que o normal, aquela que quando eu visto fica enorme que cobre até o meu short jeans desgastado. Não faço dietas, se eu quiser comer um enorme sanduba ou uma pizza, eu como. E ah, eu nunca vou te pedir desculpas por um arroto, provavelmente eu apenas irei rir, eu sou normal. Tenho meus momentos de TPM, eu sei que fico melancólica que chega a ser chato, mas você sabe que isso passa em menos de uma semana e eu volto a ser aquela chata de cada dia. Mas ainda sim, me sinto boa pra você, no sentido de que eu sei que eu posso cuidar de ti, sabe, eu aprendi a cozinhar, juro que nunca vou te deixar passar fome, olha só, sabe quando você sentir falta de um carinho? Eu vou estar, pra te dar todo o meu afeto, o que você quiser. Naquela noite de frio, eu vou colocar as minhas pernas por cima das suas, vou colar em você para o calor de nossos corpos nos aquecer. Na sua loucura, estarei contigo, na sua embriaguez também. No seu momento de questionamento da sociedade, ou na sua tristeza, estarei contigo. Pode ficar tranquilo, ainda vou te admirar mesmo quando seu cabelo estiver tendo vida própria, ou quando você acabar de acordar com a cara mais inchada do mundo, ei, nunca te deixarei, mesmo com as minhas manias, me sinto alguém pra você.”
Um dia parecia mil vidas.
Uma hora, que agonia.
Dias passavam, chuva e frio, e eu apenas desejava
tê-lo ao lado meu.
Lembrei do seu jeito, da sua peculiaridade, do seu senso de humor, de amor.
Sonhei, sorri.
Me dei conta de que você não estava aqui.
Sofri. Chorei. Solucei.
Pedi para que voltasse:
Volta, volta logo.
Preciso saciar o meu vício,
que é você.
E quando voltar, fica.
Fica comigo.”
Deixe a chuva cair, mas não caia junto com ela.”
Desconhecido.